Talking Sessions

@AbbVie

FACILITATION – CASO

Criação de um espaço de conversação, informal e rico, para a equipa de gestão alargada da AbbVie.

Um passo importante de qualquer relação consiste em criar espaço para conversar

Após termos co-desenhado e entregue um programa de aprendizagem para líderes da ABBVIE, no final, quando os participantes partilharam publicamente a sua experiência, os membros da equipa de gestão disseram-nos que “queriam um programa daqueles”. Partindo deste pedido, em conjunto com a ABBVIE, decidimos criar um ciclo de conversas sobre temas importantes para estas pessoas e para o seu contexto.

No âmbito de uma reunião de “Equipa de Gestão Alargada”, repleta de temas estratégicos e também operacionais, pensei que seria interessante terminar com um tema relacionado com Pessoas… e num formato tipo “Inspiring Session”… Ora bem, como acredito que aquilo que verdadeiramente nos pode inspirar são os formatos simples, em que é possível partilhar e debater ideias, de preferência sem modelos teóricos e templates para preencher, decidi lançar o desafio ao João Sevilhano para vir conversar connosco.

O João aceitou, veio e inspirou-nos… Como? Pela simplicidade da abordagem, traduzida num formato de conversa. Conversa simples mas com conteúdo profundo; conversa simples mas cheia de partilhas; conversa simples e descontraída mas que permitiu que as pessoas se olhassem nos olhos e falassem das suas experiências.

O feedback foi muito positivo e muitos pediram para repetir… Repetir o quê? Conversas sobre Liderança. Decidimos dar o nome de “Talking Sessions”. Parece uma coisa mais profissional e elaborada do que “Conversas"! Mas a essência é a mesma de uma boa conversa. Conversas que nos acrescentam valor, nos fazem pensar e nos conduzem para um patamar diferente na forma como estamos com as PESSOAS.

Célia SantosHR Director, AbbVie

Dos salões parisienses aos “laboratórios” farmacêuticos

Procurámos recuperar o estilo e o propósito de conversação dos salões europeus dos séculos XVII-XX. A conversação, aí, deveria servir dois propósitos: agradar ou educar. Também se dizia que uma conversa, para ser boa, deveria ser desprovida de qualquer outro objectivo, que não proporcionar aprendizagem a todos os que nela participassem. A AbbVie teve a ousadia e a inteligência de abrir um espaço de conversação para os seus líderes com estas características e com um propósito semelhante.

Para lá da forma e do conteúdo, o que importa é conversar

Com uma abordagem mista, entre sugestões da Way Beyond e desafios da AbbVie, foram-se encontrando temas de conversação que fossem interessantes, pertinentes e importantes para os “conversadores”. Mediante o tema escolhido e o momento, procurámos criar diferentes formatos. Houve casos, em que o improviso reinou, deitando por terra qualquer preparação prévia. Por desenho, não se realizaram aulas, nem palestras, nem apresentações. Foram, realmente, conversas cujo intuito foi, sempre, provocar e co-construir.

"Conversa" sobre as nossas conversas

Para mim as Talking Sessions com o João Sevilhano foram uma oportunidade para reflectir e para obter coragem e inspiração para fazer diferente. Por vezes temos tendência para rotular as situações de forma equivalente para facilitar a execução de um plano que acaba por ser sempre o mesmo. E o que foi interessante nestas sessões foi a possibilidade de reflectir sobre a diferença e sobre a forma como tratar essa diferença. A 1ª sessão onde falámos sobre Gestão de Talento marcou-me bastante pois fez-me pensar sobre esses rótulos criados e sobre os resultados standard que pretendemos obter, e permitiu-me ajustar comportamentos concretos que eu julgo terem tido um impacto real e efectivo. Espero poder continuar a ter estes momentos de inspiração no fututo!

Margarida PimentalFinance Director, AbbVie

As Talking Sessions AbbVie permitiram-me ter um nova visão e aprendizagem sobre os temas abordados.
O facto destas Talking Sessions serem feitas num formato informal, sem as tradicionais apresentações de power point, mas de uma forma inovadora, através de uma conversa aberta, colaborativa, descontraída mas muito profunda e estruturada, permitiu-me ter uma nova perspectiva e conhecimento sobre os temas abordados.
Por estes motivos, as Talking Sessions AbbVie são, na minha opinião, uma mais valia para o desenvolvimento dos colaboradores AbbVie.

Cristina RamosCEX Manager, AbbVie

Nem tudo o que é útil é importante.
O que (parece) inútil também pode ser

Os melhores lugares para se trabalhar não se fazem apenas de benefícios, pufes e mesas de matraquilhos. A importância que se dá às pessoas, às conversações e ao tempo para partilhar e para aprender contam tanto (ou mais) como os aspectos tangíveis e quantitativos.

A relação com a AbbVie tem-nos dado provas que o co-desenho e a co-construção são elementos fundamentais para que qualquer experiência de aprendizagem seja mais sustentada e sustentável, e que a conversação é a base das boas relações humanas.

Este tipo de parceria é raro e rico. Este tipo de experiência não é possível sem pessoas abertas, disponíveis e interessadas como as que encontrámos e continuamos a encontrar. Obrigado AbbVie, por nos desafiar a fazer o que mais gostamos!